Polícia pede ajuda para identificar foliões que subiram em ônibus em Manaus

por Naief Queiroz
Polícia pede ajuda para identificar foliões que subiram em ônibus em Manaus

A polícia está em busca de informações que ajudem a identificar os foliões envolvidos em um ato de vandalismo na noite dessa terça-feira (26), no Bloco do P10, que ocorreu no espaço da Universidade Nilton Lins, no bairro Parque das Laranjeiras. Na ocasião, eles subiram em um ônibus do transporte público e ficaram pulando sobre ele aterrorizando os passageiros.

Toda a ação foi filmada e compartilhadas nas redes sociais e grupos de WhatsApp. Os vídeos serão analisados e devem ajudar a polícia nesse processo de identificação. Contudo, quem tiver informações sobre o grupo pode denunciar  através do telefone 181, o disque-denúncia.

O órgão afirma ainda que vai ser aberto um inquérito policial para apurar eventuais responsabilidades dos organizadores do bloco no Parque das Laranjeiras no dano causado ao patrimônio público. Também será avaliado se houve descumprimento da portaria do Carnaval 2020, que regula as atividades em vias públicas.

Em nota, a SSP afirma que o bloco ocorria em local fechado, mas que houve superlotação e por isso, parte do grupo estava na rua. A empresa organizadora do evento também se manifestou sobre o episódio, mas nega que tenha extrapolado o limite de público permitido:

NOTA OFICIAL

A Smart Bureau, empresa especializada na produção de eventos, vem por meio desta, afirmar que não pactua e condena o comportamento inapropriado de uma minoria de pessoas que agiram de forma inadequada na Av. Nilton Lins na noite de terça-feira, 25 de fevereiro.

Produzimos no mesmo local, dois outros grandiosos eventos em dias anteriores (sábado e domingo) e os mesmos aconteceram dentro de toda normalidade e tranquilidade.

Contamos com a presença de mais de 70 mil pessoas nas dependências da Universidade Nilton Lins, onde na ocasião acontecia o Bloco do P10, um dos mais esperados blocos de carnaval da cidade. Tivemos todo cuidado para desenvolver o aparato de segurança necessário para que o evento acontecesse de forma segura e fornecesse conforto aos brincantes, mas infelizmente, uma pequena parte, se comparada ao número de foliões que se divertiram conosco dentro do espaço da Universidade, tomaram a via pública e promoveram as lamentáveis cenas que todos pudemos ver através das redes sociais.

Sabendo da magnitude de nosso evento e prevendo a possibilidade de que houvesse aglomeração de pessoas nas vias de acesso ao complexo do evento, expedimos documentos solicitando apoio de todos os órgãos públicos responsáveis pelo controle de fluxo de veículos e pedestres, ambulantes, limpeza pública e segurança, porém, infelizmente, por motivos que fogem ao nosso conhecimento, não fomos atendidos.

Visando minimizar os impactos causados pela falta de educação e bom senso de uma ínfima parte do maravilhoso público que nos agraciou com sua presença em nosso evento, em caráter de emergência contratamos uma empresa especializada em conservação para executar o serviço de limpeza da Av. Nilton Lins e adjacências.

Lamentamos profundamente o ocorrido, porém, não podemos e não admitiremos sequer a possibilidade de sermos responsabilizados pela conduta execrável de terceiros, e ainda assim, faremos o que for preciso para minimizar todo e qualquer impacto causado por aqueles que não fazemos a mínima questão que frequentem nossos eventos.

Leia também