Cão farejador pode ajudar a reconhecer pessoas com coronavírus

por Naief Queiroz
Cão farejador pode ajudar a reconhecer pessoas com coronavírus

De acordo com especialistas, cães farejadores podem ajudar a identificar pacientes com coronavírus. Os animais, que são utilizados para encontrar drogas em aeroportos ou pessoas desparecidas em desabamentos, também são eficientes em reconhecer pacientes com Parkinson, malária e até alguns tipos de câncer. A ideia agora é que aprendam a farejar a Covid-19.

Em entrevista ao Daily Mail, o professor James Logan, da Escola Londrina de Higiene e Medicina Tropical explica que os vírus respiratórios, como o coronavírus, mudam os odores do corpo, situação que pode ser detectada por cães farejadores. “Pode se tornar uma ferramenta de diagnóstico, tem um potencial de revolucionar a nossa resposta à Covid-19”, diz.

Segundo Claire Guest, chefe executiva da instituição inglesa de caridade Medical Detection Dogs (cães de detecção médica, em tradução livre), “não há razão pela qual este plano não funcionaria”, mas é preciso cerca de seis semanas para treinar os animais. Outro problema é como tornar o treinamento seguro devido à alta transmissibilidade do vírus.

Leia também