Mulher morre depois de se queimar com álcool ao tentar se prevenir do coronavírus

por Naief Queiroz
Mulher morre depois de se queimar com álcool ao tentar se prevenir do coronavírus

A mulher de 43 anos que se queimou após passar álcool no corpo para se prevenir do novo coronavírus morreu nessa terça-feira (24) no Hospital da Restauração (HR), no Recife.

O acidente ocorreu durante o final de semana, na zona rural de Cachoeirinha, no Agreste de Pernambuco. Jacelma Quitéria da Silva morava sozinha. Os vizinhos viram a casa em chamas e foram socorrê-la.

Alerta

O médico Marcos Barreto, chefe do Centro de Tratamento de Queimados do HR alerta para que as pessoas não armazenem álcool em casa priorizem o uso da água e sabão para se prevenir do novo coronavírus.

“As pessoas estão vendo o álcool como herói. Ou seja, todo mundo está pegando álcool e tendo ele à vontade. Só que nós estamos muito preocupados, principalmente aqui no HR. As pessoas vão ter álcool em casa e esquecem que as crianças estão fora da escola”, explica ele. Segundo com o médico, caso seja armazenado em local indevido, o álcool pode causar sérios acidentes domésticos, como incêndios.

“Todo mundo preocupado com coronavírus, mas não pode esquecer do que o álcool pode causar. É preciso bom senso. O álcool pode matar. O álcool a 70% líquido é um dos mais inflamáveis, depois do álcool de posto. Se houver um acidente, o que tiver em um raio de dois ou três metros vai pegar fogo também. Já o álcool em gel tem menos potencial, porque ele é gelatinoso”, afirmou o médico.

Leia também