Amazonas recebe lote com 11 mil comprimidos de cloroquina para tratar pacientes com Covid-19

por Naief Queiroz
Amazonas recebe lote com 11 mil comprimidos de cloroquina para tratar pacientes com Covid-19

O Amazonas recebeu 11 mil comprimidos de cloroquina para pacientes que testaram positivo para o novo coronavírus (Covid-19). A remessa, enviada pelo Ministério da Saúde (MS), deve ser suficiente para 611 tratamentos, considerando que a recomendação de tratamento completo dos pacientes, na sua forma grave, é de 18 comprimidos, segundo informado pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam).

Nesta segunda-feira (6), o médico infectologista da Fiocruz Amazônia, Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda anunciou os resultados iniciais obtidos pela pesquisa, onde 81 pacientes passaram – e passam – por um protocolo de tratamento com o uso de cloroquina no combate ao novo coronavírus.

A Susam anunciou que o medicamento está sendo disponibilizado de forma controlada aos serviços de urgência e emergência da rede estadual de saúde, incluindo os prontos-socorros HPS João Lúcio Machado, HPS Platão Araújo e HPS 28 de Agosto.

Também receberão a medicação os nove Serviços de Pronto Atendimento – SPA Coroado, SPA da Zona Sul, Eliameme Mady, Danilo Correa, do São Raimundo, da Alvorada, Chapot Prevost, José Lins e Joventina Dias -, além da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) José Rodrigues.

Em relação ao Hospital Delphina Aziz, referência no tratamento da Covid-19 no Estado, a Susam informou que a unidade tem estoque próprio do medicamento por fazer parte de um estudo local sobre os efeitos da medicação em pacientes internados, portanto, não receberá os comprimidos.

Os três prontos-socorros terão inicialmente um estoque de dez tratamentos, ou seja, 180 comprimidos, que serão repostos mediante a apresentação da prescrição do paciente e ofício de solicitação à Central de Medicamentos do Amazonas (Cema). Para os SPAs e a UPA, a quantidade inicial será de cinco tratamentos.

De acordo com o infectologista da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), Marcus Lacerda, coordenador da pesquisa com a cloroquina no Amazonas, o medicamento vai complementar todos os outros suportes utilizados no tratamento do paciente, como assistência ventilatória e medicações para os sintomas, como febre e mal-estar. O médico ressalta que a cloroquina não é indicada para prevenir a doença e nem tratar casos leves.

Coronavírus no Amazonas

Em última atualização, o Governo do Amazonas confirmou 417 casos confirmados da doença no estado. O número de óbitos, na manhã desta segunda-feira (6), chegou a 16.

São 379 casos confirmados só na capital, segundo a FVS-AM. Entre os casos confirmados, 38 estão internados. Em UTI, são 20 pacientes com quadro grave – 12 na rede particular e 8 no Hospital Delphina Aziz – que se tornou a unidade de referência da Covid-19 no estado. É dentro desse grupo de pacientes internados – em UTI ou leitos clínicos – que estão os quadros estudados pelo CloroCovid-19.

Leia também