Padastro mata criança de 1 ano estrangulada e coloca fogo na casa com criança dentro

por Naief Queiroz
Padastro mata criança de 1 ano estrangulada e coloca fogo na casa com criança dentro

Uma criança de um 1 anos e 6 meses morreu durante um incêndio na manhã deste domingo (5) em Videira, no Oeste de Santa Catarina. O padrasto da menina, um homem de 36 anos, foi o responsável por incendiar a casa da família, segundo a Polícia Militar.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar, o fogo iniciou por volta das 11h, na linha Campina Bela. De início, os militares já tinham informações de que havia uma criança no imóvel.

Ao chegar no local, encontramos a casa tomada pelas chamas, o que dificultou bastante o nosso trabalho por conta da alta temperatura e grande carga de incêndio. Era uma residência de dois andares”, contou o bombeiro Marcos Paulo Araldi.

Durante o rescaldo dos destroços, os bombeiros localizaram o corpo da menina.

“Encontramos algo parecido com a estrutura de uma criança e o perito do Instituto-Geral de Perícias confirmou que se tratava de um corpo”, Completou Araldi.

O sol forte associado à temperatura das chamas próxima aos 1.000ºC dificultaram o trabalho dos bombeiros. Araldi explicou ainda que os equipamentos de proteção individual e mangueiras acabaram derretendo.

Equipes de Tangará e Rio das Antas também prestaram apoio no combate às chamas. Pelo menos 25 bombeiros trabalharam por quase quatro horas na casa de dois pavimentos e de 130 metros quadrados. Mais de 50 mil litros de água foram necessários para o combate e rescaldo.

Crime bárbaro choca comunidade
O capitão da Polícia Militar, Rodrigo Pedroso, que trabalha nas buscas pelo suspeito do crime, conversou por telefone com a reportagem do nd+.

A PM apurou que teria ocorrido uma briga entre o homem, que era padrasto da criança, e a mãe da menina. A suspeita é de que ele tenha estrangulado a enteada, jogado no quarto e incendiado a casa.

Segundo o capitão, vizinhos teriam tentado entrar na casa para salvar a menina, mas o homem jogou álcool em todo mundo. “Quando o fogo estava alto, ele entrou no carro dele, um Corsa Verde, e fugiu”, disse.

A mãe da menina e de mais um bebê de seis meses – este filho do casal – conseguiram escapar. A polícia diz que já havia histórico de violência doméstica na família

Cerca de 20 policiais militares de Videira, mais o efetivo da região e um helicóptero da Polícia Militar de Lages passaram a tarde fazendo buscas ao padrasto.

“Toda a região está mapeada, estamos fazendo buscas e coletando imagens de câmeras de monitoramento”, enfatizou o capitão.

O corpo da criança foi removido pelo IGP e passará por exames periciais. A identidade dela ainda não foi revelada. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Leia também