Gilmar confirma: julgamento da suspeição de Moro vem aí

por Naief Queiroz

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que pretende levar à 2ª turma da Corte, antes da aposentadoria do decano Celso de Mello (em novembro), o processo que julga o pedido da defesa do presidente Lula sobre a suspeição de Sergio Moro em seus processos na Operação Lava Jato.

“Sim, virá antes. Eu espero que já no segundo semestre nós retomemos a turma em um plenário físico, porque não é muito fácil, embora estejamos agindo bem em fazer esse sistema do julgamento virtual, não é muito fácil dialogar com as pessoas e perceber o entendimento ou não entendimento nesse plenário virtual”, disse Gilmar em entrevista à CNN Brasil.

Ele afirmou esperar que isso ocorra em agosto ou setembro, com a retomada dos julgamentos presenciais. Gilmar ressaltou, porém, que, se necessário, o caso será decidido virtualmente.

“No limite, sim [faz de forma virtual], mas em princípio eu desejava que discutíssemos isso num diálogo muito aberto e franco na bancada”, completou.

Leia também