Muçulmano queima filha por se converter ao cristianismo

por Naief Queiroz

A jovem Rehema Kyomuhendo, de 24 anos, foi queimada pelo próprio pai, o Sheikh Hussein Byaruhanga por ter se convertido ao cristianismo. Muçulmano, o homem usou combustível para atear fogo na filha, que sofreu queimaduras nas pernas, estômago, costelas, pescoço e região lombar.

O caso aconteceu em Uganda, na África. Rehema estava na casa de uma tia quando o pai a ouviu falando ao telefone com um católico que havia aceitado a Jesus como seu Senhor e Salvador. Descontrolado, Hussein começou a espancá-la com socos, tapas e pontapés antes de incendiá-la.

Leia também