No Amazonas, Homem agride amigo até a morte por óculos de sol e R$ 20

por Naief Queiroz

David Mendes Albertino, de 39 anos, foi preso nesta terça-feira (02), por volta das 8h30, suspeito de matar o amigo dele: João Tarcísio Peixoto Barbosa, que tinha 42 anos. O crime ocorreu em uma quitinete, no bairro Santa Ana, em Santa Isabel do Rio Negro (distante 630 quilômetros em linha reta de Manaus). Ele disse à polícia que bateu no amigo até a morte por conta de um óculos de sol quebrado e R$ 20, que a vítima teria “pegado” sem pedir. 

Conforme o delegado Aldiney Nogueira, titular da 76ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), durante a manhã desta terça, David foi ao prédio da delegacia para informar que, ao acordar, percebeu que seu colega de quarto, João Tarcísio, estava morto no chão da quitinete onde moravam. Inicialmente, o homem relatou que a vítima havia chegado embriagada ao local, por volta das 19h30 de segunda-feira (1°), e dormido em seguida.

“Ainda na delegacia, David disse que, ao perceber que o colega estava sem os sinais vitais, decidiu nos procurar para comunicar o fato. Ao nos deslocarmos até a quitinete, verificamos sinais que a vítima não havia morrido de maneira natural, pois possuía hematomas e escoriações pelo rosto e corpo. Encontramos, também, manchas de sangue na cama e em partes do imóvel”, informou Nogueira.

O titular da 76ª DIP relatou, ainda, que foi realizado o exame necroscópico no corpo da vítima, onde foram constatadas as lesões. Segundo o delegado, a equipe recebeu a informação que, há cerca de uma semana atrás, David havia ameaçado a vítima com uma arma branca.

Ao ser questionado sobre onde estava na noite anterior, ele informou que estava jogando dominó e ingerindo bebidas alcoólicas com os vizinhos, mas estes não confirmaram a versão apresentada.

“Sendo assim, David passou a ser tratado como suspeito do crime e, no decorrer do dia, diante da inconsistência das versões apresentadas, ele confessou a autoria do crime. Ele falou que desferiu alguns socos e empurrões contra João Tarcísio após um desentendimento, supostamente, pelo fato da vítima ter quebrado uns óculos de sol e pegado R$ 20 dele”, explicou o delegado.

Procedimentos

Na delegacia, David foi autuado em flagrante por homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis, ele permanecerá na carceragem da unidade policial à disposição da Justiça.

*Com informações da assessoria

Leia também