Condenado por estupro, foragido recebe R$ 20 de delegado e vai preso

por Naief Queiroz

Um foragido, de 34 anos, condenado por estupro de vulnerável, foi preso pela Polícia Civil de Bocaiúva do Sul, Região Metropolitana de Curitiba, após o delegado entregar R$ 20 à mãe do rapaz para que o filho pudesse se locomover até a delegacia. A prisão aconteceu na manhã desta sexta-feira (3) após ele se apresentar.

Em entrevista o delegado Bradock explicou que uma equipe da Polícia Civil foi até o interior de Adrianópolis, a quase 60 km de Bocaiúva do Sul, em busca do foragido, porém, ele não foi encontrado. Ao conversarem com a mãe do rapaz, ela alegou que não tinha dinheiro para que o filho pudesse ir à delegacia.

“Ele mora bem longe daqui, e depois de uma longa viagem chegamos à residência dele, mas ele não estava. Conversamos com a mãe dele e ela disse que não havia como mandar o filho até nós, pois não tinha dinheiro. Por isso, lhe dei R$ 20”, afirmou Bradock.

Após entregar o dinheiro, o delegado explicou que ele deveria estar na delegacia às 10h desta sexta-feira, e ele compareceu: “Demos o dinheiro para ele não precisar vir andando e realmente veio. Agora está preso”, disse.

O criminoso, ao chegar na delegacia, ainda quis devolver o dinheiro ao delegado, mas ele não aceitou. “Falei que ele tem muito tempo para me pagar e que não precisaria ser agora”, destacou o delegado.

Em seguida, o foragido foi encaminhado ao sistema penitenciário. Ele foi condenado a 17 anos de prisão.

Leia também