Dupla é presa após extorquir R$ 30 mil de vítima com filmagem de programa

por Naief Queiroz

Dois criminosos, de 25 e 22 anos, foram presos preventivamente, acusados de extorquir homens após filmar programas sexuais realizados com as vítimas, muitas delas de Brasília. Os suspeitos foram presos em São Paulo, com previsão de chegar à capital na noite desta quinta-feira (30/7). 

As investigações da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) se iniciaram a partir de um caso ocorrido em janeiro deste ano, que teve com vítima um morador do Sudoeste. Os detidos, identificados como P.W.S.S e T.P.F, são acusados de roubo e extorsão com restrição à liberdade da vítima.

De acordo com a investigação, os homens seguiam um modus operandi: marcavam encontros amorosos e programas sexuais e, então, se organizavam para filmar o ato. Após a relação sexual, a dupla surpreendia a vítima com uma faca e a obrigava a entregar pertences, cartões e senhas de contas bancárias.

A partir daí realizavam saques e transferências monetárias. Somente a vítima do Distrito Federal teve um prejuízo de R$ 30 mil. A filmagem do encontro servia para intimidar os homens, que, com medo da exposição, preferiam na maioria das vezes não fazer uma denúncia. 


Vítimas em diferentes estados

Em meio à apuração, os agentes identificaram que os suspeitos eram de São Paulo e também agiam em outras unidades da Federação. Inclusive, eles tinham um mandado em aberto pela mesma prática criminosa no Rio de Janeiro. A ação recebeu o nome de Operação Ponte Aérea. 

Leia também