Grupo antirracismo agride cristãos na porta da igreja; veja o vídeo

por Naief Queiroz

A Grace Baptist Church, localizada em Nova Iorque, nos Estados Unidos, denunciou a agressão cometida contra alguns de seus membros por parte de manifestantes do movimento Black Lives Matter. Usando megafones, um grupo tentou intimidar famílias, até mesmo com crianças pequenas, de entrarem no templo.

De acordo com relatos, esse tipo de assédio na porta da igreja tem sido frequente dede o final de junho. Em vídeos postados pela diretoria da igreja no Twitter, é possível ver alguns obreiros da igreja tentando apaziguar a situação até que um deles é puxado e agredido pelos militantes, que chamaram os membros de racistas.

O assédio ao pastor John W. Koletas e aos fiéis da congregação tem sido frequente do lado de fora do prédio da igreja desde o final de junho, segundo relatos. De acordo com o portal Daily Wire, a Grace Baptist Church ganhou repercussão entre a mídia depois que doaram um AR-15 “em solidariedade aos caçadores e proprietários de armas que foram violentamente atacados por políticas socialistas anticristãs”.

Em um vídeo publicado nesta segunda-feira (6), o pastor da igreja disse que não vai pedir desculpas à multidão. Ele também afirmou que não vai mudar a sua forma de pregar.

– Não é minha culpa pregar a mesma mensagem que pregamos há 33 anos. Não é minha culpa que todo mundo queira colocar minhas mensagens online. Eles podem deixar de nos ouvir, mas não vou mudar a minha pregação porque agora estamos na internet.

Leia também