Grupo protesta contra aumento no preço da gasolina em Manaus e para trânsito da Djalma Batista

por Naief Queiroz

Representantes da classe dos motoristas profissionais e autônomos fecharam um trecho da Avenida Djalma Batista, no sentido Centro/Bairro antes do cruzamento com a rua Pará, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro sul de Manaus. Atualmente, o preço da gasolina em Manaus varia de R$ 3,99 e R$ 4,69.

O empresario Rodrigo Guedes, um dos líderes do movimento, usou o microfone de um carro de som para denunciar a prática de cartel em Manaus. Segundo ele, há esquema chamado “drible fiscal” para pagar menos impostos e depois aumentar o preço dos combustíveis.

Os motoristas que passavam pela avenida fizeram “buzinaço” aderindo ao protesto.

O professor de jiu-jítsu, Fredson Alves disse à Rede Amazônica que somente protestando é que o consumidor vai conseguir ver os direitos respeitados. “Tem que buzinar, protestar, porque só assim poderemos mudar essa situação”, disse.

Leia também