Grupo que fazia pipas com linha de cerol é preso por crime contra a vida

por Naief Queiroz

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, em flagrante, 10 pessoas durante a Operação Deu Linha no Guará 2. Os indivíduos foram autuados por crime contra a vida, violação de domicílio e dano. A operação contou com a participação de 24 policiais da 4ªDP (Guará). Continua depois da publicidade

Segundo as denúncias recebidas pelos agentes, o grupo se reunia para empinar pipa na QE 54 e utilizava linhas com cerol e linha chilena — materiais com alto potencial de corte – na fabricação das pipas. Isso colocava em risco a vida de quem passava pelo local. Ainda segundo as denúnias, as pessoas invadiam residências para buscar as pipas que eram cortadas. 

Cerca de 50 pessoas foram abordadas e 10 presas em flagrante. Foram apreendidas 51 pipas e 12 carretéis de linha com cerol, sendo seis de linha chilena. A pena para os envolvidos pode chegar a um ano de prisão.  Um adolescente que estava no local tinha mandado de busca e apreensão em aberto e foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente. 
Além disso, outras 11 pessoas foram autuadas por não estarem usando máscaras de proteção individual, item obrigatório no DF. Elas tiveram os dados encaminhados ao DF Legal para aplicação de multa. 

Leia também