Menina escreve bilhete para revelar à mãe que é estuprada pelo padrasto

por Naief Queiroz

Uma garota de 11 anos escreveu um bilhete nessa quarta-feira (15), para revelar à mãe que era estuprada pelo padrasto dentro da casa onde moravam, em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

A mulher recebeu o papel da filha pouco antes de sair para trabalhar e resolveu se esconder para fazer o flagrante. Ela simulou a saída de casa e se camufla em um cômodo de onde viu o momento em que o marido pegou a criança à força e a arrastou para dentro do quarto.

Ao invadir o local, ela o encontrou só de cueca tentando violentar a menina. A polícia foi chamada e o homem preso.

Na delegacia ele pegou o crime, mas exames periciais mostraram que a vítima tinha várias lesões nos órgãos genitais, provocados por estupros anteriores e recentes.

Em depoimento, a mãe contou que estranhou a mudança de comportamento da filha nos últimos meses e relatou que sempre que saia para trabalhar, a menina chorava e pedia para ir com ela.

Ao receber o bilhete, ela entendeu tudo e foi ao socorro da criança.

Leia também