Ministro que livrou Queiroz da cadeia quer novo tribunal de Justiça exclusivo para Minas, seu estado

por Naief Queiroz

O ministro João Otávio de Noronha, presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), afirma que são necessários os gastos com salários de juízes e servidores com a eventual criação de um tribunal regional federal exclusivo para Minas Gerais.

Segundo ele, “o Brasil tem que preparar uma saída” para a crise da Covid-19, e a Justiça tem que “se preparar para a retomada do crescimento do Brasil”.

Um projeto de lei pronto para ser votado no Congresso prevê a criação em Minas Gerais do TRF-6, tribunal de segunda instância que funcionaria apenas para casos deste estado. Em plena pandemia, a proposta tramita em regime de urgência na Câmara dos Deputados.

Leia também