Amazonas volta à lista dos 5 estados com aumento diário de mortes por Covid

por Naief Queiroz

Com a exponencial marca de 107.197 casos confirmados de pessoas contaminadas por Covid-19 e 3.384 mortes pela doença, o Amazonas está entre as cinco cidades do Brasil que tiveram aumento no número diário de óbitos. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa, com dados das secretarias estaduais de saúde. 

Se o Amazonas fosse um país em número de contaminados, seria o Casaquistão, que possui menos casos que o Estado, com 100 mil mortes.

Na questão dos óbitos, o Amazonas se aproxima da Bolívia, que registra 3.712 mortes. O maior período de confirmação de morte no Estado aconteceu no mês de maio.

Além do Amazonas, os estados brasileiros que enfrentam o mesmo problema são Tocantins, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 

A queda dos casos e a volta à lista 

O Amazonas estava registrando queda no número de casos, porém um novo critério de notificação elevou os dados gerais de óbitos por Covid-19. Segundo informações da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), mais 18 mortes, ocorridas entre abril e junho foram, inclusos no boletim epidemiológico. 

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, informou que uma equipe de vigilância epidemiológica está realizando visita em domicílios, onde foram registrados óbitos que ocorreram no pico da pandemia e cujos diagnósticos não foram conclusivos.

A Diretora-presidente da FVS, Rosemary Pinto explica o aumento de casos notificados
A Diretora-presidente da FVS, Rosemary Pinto explica o aumento de casos notificados | Foto: Divulgação

“Nos próximos dias muitos desses óbitos podem ser inseridos como Covid positivo se atenderem critérios como clínico-epidemiológico (contato direto de um caso positivo no período da ocorrência do óbito) e também por exame de imagem”, disse.

Apesar do aumento da confirmação em número de mortes por Covid, Rosemary esclareceu que não há tendência de elevação no número de óbitos registrados no período de 24 horas.

Cidades letais do AM

Manacapuru lidera em número de mortos no interior do Amazonas
Manacapuru lidera em número de mortos no interior do Amazonas | Foto: Reprodução

Manacapuru é a primeira no ranking das cidades do interior do Amazonas em número de óbitos. O município já contabiliza 138 mortes e 3,97% de letalidade. A segunda é Coari, com 104 mortes e a letalidade de 1,54% a cada 100 mil habitantes. 

Em terceiro lugar está Parintins com 102 mortes. Mesmo com o grande percentual de letalidade (2,84%), a cidade flexibilizou medidas após assinatura de decreto que também permite viagens fluviais e aéreas com 100% da capacidade de passageiros.

Tefé segue na quarta posição com 3.282 pessoas infectadas e 84 mortes pela doença, letalidade de 2,56%, segundo dados da FVS de segunda-feira (10). 

Recuperados acendem a esperança

Mais de 90 mil pessoas que passaram pelo período de quarentena, 14 dias, e se recuperaram da doença acendem a esperança de dias melhores para o Estado. No último boletim divulgado pela FVS-AM, 212 pessoas passaram pelo período de transmissão nas últimas 24 horas. 

O número de recuperados é a boa notícia em meio à pandemia
O número de recuperados é a boa notícia em meio à pandemia | Foto: Ingrid Anne

Outro fator que aponta uma espécie de melhora da pandemia no Estado é a queda na ocupação no número de leitos.

Conforme os números consolidados pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), neste domingo (9), a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid era de 27,7%. Em relação aos leitos clínicos Covid, a taxa de ocupação estava em 27,5%. O Amazonas chegou a registrar no pico da pandemia a ocupação de mais de 80%. 

Leia também