Cetam retorna aulas presenciais de forma gradual no Amazonas

por Naief Queiroz

A volta gradual às aulas presenciais de cursos técnicos e especializações técnicas em três escolas do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) na capital, nesta segunda-feira (03), foi marcada por ansiedade e muito otimismo por parte de alunos e servidores da instituição. As atividades estavam suspensas desde o dia 16 de março, início da pandemia da Covid-19 em Manaus.

Na Escola de Formação Profissional Enfermeira Sanitarista Francisca Saavedra, no bairro Colônia Oliveira Machado, zona sul, os primeiros alunos começaram a chegar às 6h30. “Fiquei surpreso, porque as aulas só iniciam às 8h, mas muito feliz porque isso demonstra a vontade de retomarem os estudos”, ressaltou o diretor do Saavedra, Salatiel Gomes.

O Instituto Benjamin Constant (IBC) e a Escola Padre Estelio Dalison também estavam preparados para recepcionar os alunos. Todas as unidades estão seguindo os protocolos de segurança sanitária para garantir um retorno seguro. Na entrada é feita a aferição da temperatura, disponibilizado álcool em gel e conferido o uso de máscara.

Conforme as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), nas salas de aula as cadeiras estão dispostas de forma a garantir o distanciamento social mínimo recomendado, reduzindo a quantidade de alunos em cada uma.

Suporte emocional – Uma equipe psicossocial, formada por estudantes finalistas dos cursos de Psicologia e Serviço Social, passou por capacitação e está a postos nas escolas para propiciar o suporte emocional necessário durante a retomada das aulas presenciais em Manaus.

Nessa primeira etapa de retomada das aulas presenciais estão de volta 647 alunos, sendo 250 no Saavedra, divididos em 11 turmas; 241 no IBC, em 12 turmas; e 150 alunos no Estelio Dalison, em nove turmas. Nas três unidades, as aulas acontecem nos turnos da manhã, tarde e noite.

Leia também