CPI vai indiciar 50 pessoas entre elas, a ex-secretária de comunicação Daniela Assayag

por Naief Queiroz

Com o prazo extinto, a CPI da Saúde pode chegar ao fim se a base aliada do governo do Amazonas não votar pela prorrogação da comissão de investigação nesta terça-feira (29), na Assembleia Legislativa do Estado (ALE). O plenário Ruy Araújo foi palco de fantasmas na semana passada, já que nenhuma sessão plenária conseguiu reunir o número suficiente de deputados presentes para votação.

Relatório final
Se não for prorrogada, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde vai apresentar nesta terça-feira o relatório final, contendo todos os fatos apurados durante os 120 dias de trabalho. Segundo o presidente da comissão, deputado delegado Péricles (PSL), as apurações e os documentos serão encaminhados aos órgãos de controle. “Nós vamos indiciar cerca de 50 pessoas, entre empresários, secretários de saúde e servidores do governo do estado”, disse.

Fonte: D24am.

Leia também