Luisa Sonza é processada por suposto racismo; ela diz que ‘jamais teria esse tipo de atitude’

por Naief Queiroz

Luísa Sonza usou suas redes sociais para se pronunciar após acusação de racismo.

De acordo com os dados do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Isabel Macedo de Jesus abriu uma ação de dano moral contra Luísa Sonza e a Pousada Zé Maria.

“Gente, tudo isso é mentira! Não acreditem nisso! Eu jamais teria esse tipo de atitude. Vocês me conhecem bem, sabem qual é meu caráter, minha índole. Eu jamais ofenderia outra pessoa por conta da cor de sua pele. Jamais! Essa acusação é absurda. Minha equipe já está tomando todas as providências jurídicas quanto ao caso”, escreveu a cantora.

Segundo consta no processo, Isabel foi passar férias em Fernando de Noronha e enquanto assistia a um show da cantora durante um festival gastronômico na pousada, foi maltratada pela artista, que ordenou que lhe trouxesse um copo de água.

“Aduz que ao ser informada de que a autora não era funcionária, a 1ª ré se mostrou visivelmente surpresa, levando a autora a crer que tal fato se deve aos seus traços raciais, razão pela qual registrou ocorrência junto à delegacia de polícia local, que não deu crédito a seu relato. Assim, requer indenização por dano moral e retratação pública por parte dos requeridos.”

Ao longo do processo, Isabel teve o benefício da gratuidade de justiça indeferido.

Segundo documento, o relator indeferiu “a gratuidade de justiça pleiteada à parte autora, uma vez que o suposto evento danoso ocorreu em uma viagem de férias a Fernando de Noronha, local reconhecido no Brasil e no estrangeiro por suas belezas naturais e por seus frequentadores- artistas famosos e pessoas com elevado poder aquisitivo.”

“Acusações falsas”

A assessoria de imprensa da cantora informou que Luísa não foi citada em nenhuma ação e que as acusações são falsas.

“A assessoria jurídica da artista Luísa Sonza, através do seu advogado José Estavam Macedo Lima, vem a público informar que tomou conhecimento do referido processo pela mídia. Que a cantora até a presente data não foi citada de nenhuma ação que venha a lhe imputar o fato que está sendo noticiado. Que as acusações são falsas, inverídicas e vêm em um momento oportunista em razão do crescimento exponencial da carreira da artista. Informa, ainda, que nunca ofendeu ou discriminou qualquer pessoa.”

“Causa estranheza as acusações de racismo, pois até a presente data a artista não recebeu qualquer notificação das autoridades policiais sobre a suposta investigação. Todas as medidas administrativas e judiciais serão adotados para proteger a honra e a intimidade da artista.”

Leia também