Brasil paga primeira parcela de consórcio internacional de vacinas

por Naief Queiroz

O Ministério da Saúde anunciou o pagamento da primeira parcela da iniciativa Covax Facility, que permite ao Brasil acesso a vacinas em desenvolvimento em diversos países. Foram pagos R$ 830 milhões, de um total de R$ 2,5 bilhões.

Por meio da Covax, o Brasil deverá receber até o fim do primeiro semestre de 2021 doses para 10% da população brasileira, o que equivale a 20 milhões de pessoas. Outras 100 milhões de doses virão do acordo com o laboratório AstraZeneca, que desenvolve o imunizante em parceria com a Universidade de Oxford.

Leia também