Escândalo: Respiradores escondidos em policlínica são levados na calada da noite pela Secretaria de Saúde

por Naief Queiroz

Por: Alex Braga

Com exclusividade esta coluna denunciou mais um escândalo do Governo do Amazonas: Respiradores Pulmonares e Cápsulas Vanessas estavam ‘escondidos’ dentro de uma sala fechada em um andar desativado da Policlínica Gilberto Mestrinho. Uma fonte que pediu para não ser identificada informou à coluna que os equipamentos foram retirados na última sexta-feira (24), uma semana depois de denunciamos que mesmo com a suspeita de 2ª onda de casos de Covid-19 e de amazonenses relatando e comprovando com exames uma reinfecção pelo vírus, os equipamentos que poderiam ser usados no tratamento de pacientes, estavam guardados.

Escândalo
No último dia 17 de outubro, denunciamos com fotos e vídeos que haviam equipamentos importantes para tratamento de pacientes com o novo coronavírus, guardados dentro de uma sala em um andar desativado, precisamente no 2º andar da Policlínica Gilberto Mestrinho. Os respiradores pulmonares, cápsulas Vanessa, entre outros, estavam na unidade de saúde desde junho ou julho, segundo a fonte. Os servidores da unidade de saúde informaram que estavam sendo ameaçados e inclusive, realizaram uma manifestação na mesma semana, contra a decisão do Governo do Amazonas em passar a direção da unidade para os bombeiros que prestaram concurso em 2009.

Respiradores
De acordo com a fonte, após a denúncia realizada e os ânimos acalmados, servidores da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), estiveram na Policlínica Gilberto Mestrinho. Os respiradores e equipamentos foram levados da unidade na última sexta-feira (24) a noite. “Acho que segunda ou terça-feira, vieram três funcionários da SES-AM, duas moças bem vestidas e um rapaz, todos foram até o laboratório”, revelou.

Pandemia
Os respiradores pulmonares que estavam dentro da sala, tinham etiquetas e provavelmente vieram do Hospital de Campanha da Nilton Lins, segundo informações coletadas pela fonte, eles foram transferidos para outra unidade de saúde. “Parece que esses respiradores que estavam aqui na Policlínica Gilberto Mestrinho, serão levados para o hospital de tratamento da doença, o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz”, revelou.

Lotação
De acordo com a fonte, os equipamentos estavam guardados na unidade de saúde porque o setor de patrimônio da SES-AM está lotado. “Estavam só guardados aqui, tinham cinco respiradores e dois aparelhos de bomba de infusão. Mas pelo que sabemos, tinha mais equipamentos que já tinham sido retirado. Eles foram retirados na última sexta-feira (24) de noite”, enfatizou.

Socorro
O alerta sobre os respiradores pulmonares guardados na Policlínica Gilberto Mestrinho foi feito a diversos representantes do povo amazonense. Segundo a fonte, foram procurados os deputados estaduais de oposição do Governo do Amazonas. “Ninguém fala nada ou dá satisfação. Não veio ninguém, nenhum deputado, chamamos os de oposição para irem fiscalizar, mas nenhum apareceu. Isso que eu acho engraçado sabe? O pior é que todos os funcionários são perseguidos e ameaçados”, relatou.

Fonte: D24am.

Leia também