Operação ‘Vicinato’ prende três indivíduos com arma de fogo, drogas e munições

por Stephane

Ismael Sá de Carvalho, Renan Cunha Santos e Stanley Cristian Cunha dos Santos, cujas idades não foram reveladas, foram presos, nesta quinta-feira (29), durante a operação ‘Vicinato’, suspeitos pelo envolvimento com o tráfico de drogas, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul de Manaus. Ao longo da ação, foram apreendidos armas de fogo, munições, entorpecentes e dinheiro.

Conforme a delegada titular do 22° Distrito Integrado de Polícia (DIP), Juliana Tuma, o objetivo da operação foi cumprir quatro mandados de busca e apreensão em locais identificados como bases para o tráfico de drogas, naquele bairro. A delegada informou que a ação contou com o apoio de cerca de 20 policiais civis, e as investigações em torno do caso iniciaram há dois meses, após denúncias de moradores daquela região da cidade.

“No primeiro momento, localizamos Renan e Stanley. E no local, apreendemos uma arma de fogo, munições de uso restrito, drogas, balança de precisão e dinheiro em espécie, além de outros materiais utilizados no comércio ilícito dos entorpecentes. Eles ainda tentaram se livrar das drogas antes da nossa chegada”, disse a titular do 22° DIP.

Ainda de acordo com a autoridade policial, em continuidade aos trabalhos, as equipes seguiram em diligências e localizaram Ismael, que se apresentou como militar da Marinha do Brasil, porém, foi constatado que ele já tinha dado baixa na carteira, desde agosto deste ano. Com ele, foram apreendidas 14 munições de fuzil 762.

“Ao longo das diligências, localizamos também um veículo, que era utilizado especificamente para abastecer e distribuir as drogas naquela região”, relatou a delegada.

O trio foi autuado por tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo e munição de uso restrito. Eles serão levados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passarão por audiência de custódia e ficarão à disposição da Justiça.

Leia também