Suspeita de arrancar órgão genital de homem com os dentes é indiciada por lesão

por Naief Queiroz

Em Miguel Alves, no Piauí , o inquérito do caso de um homem que teve os órgãos genitais arrancados com a boca foi concluído, e a mulher suspeita foi indiciada por lesão corporal. As informações são do G1.

De acordo com o titular da delegacia de União, Francírio Queiroz, a versão dada pela mulher – que não teve a identidade revelada– foi de que ela teria cometido a agressão para se defender de um estupro. No entanto, ela não foi comprovada e, então, excluída do inquérito policial.

Conforme as informações do G1, a denúncia foi encaminhada ao Poder Judiciário e a mulher vai responder em liberdade.

Entenda o caso

No dia 5 de setembro, a mulher começou a ser procurada suspeita de arrancar os órgãos genitais de um homem na cidade de Miguel Alves, no Piauí. Segundo a Polícia Militar, o crime aconteceu na casa do homem, durante a madrugada. A suspeita mora na casa ao lado da da vítima.

Ainda de acordo com a PM, o homem foi levado ao Hospital Estadual de União e recebeu alta no mesmo dia.

Leia também