Youtuber é preso após fazer live ao lado do cadáver da namorada grávida

por Naief Queiroz

Um youtuber foi preso em Ivanovka, um vilarejo nos arredores de Moscou (Rússia), depois de exibir em live o corpo da namorada, identificada como Valentina Grigoryeva, de 28 anos, jogado num sofá do apartamento dele.

Stas Reshetnikov, de 30 anos, que tem um canal chamado ReeFlay, filmou a si mesmo arrastando a namorada um corredor até o sofá.

“Valya, você está viva? Minha coelhinha, o que há com você? Valya, Valya, droga, você parece que está morta! Coelhinha, por favor, diga alguma coisa!”, disse Stas na live.

Depois, ele se virou para a câmera e completou:

“Companheiros, sem pulsação… ela está pálida. Não está respirando.”

Internautas que acompanharam a live chamaram uma ambulância.

A polícia suspeita que, para obter audiência, Stas tenha forçado Valetina a ficar usando apenas calcinha e sutiã na varanda do seu apartamento, em meio a temperatura abaixo de zero. A namorada teria morrido de hipotermia, contou o “Sun”. Em outra live, ele chegou a atacar Valentina com spray de pimenta para satisfazer os seus seguidores.

O russo teria recebido o equivalente a R$ 5.200 para inflingir o abuso contra a namorada durante uma live, de acordo com o site “Baza”.

Valentina estava grávida. A morte chocante gerou apelos na Rússia para uma proibição urgente da “violência real” online, que parece irrestrita no YouTube e pode ser assistida por crianças.

Valentina Grigoryeva estava grávida

Leia também