7 alternativas ao WhatsApp para fugir de Mark Zuckerberg

por Naief Queiroz

Dias atrás, os usuários do WhatsApp começaram a ser avisados sobre os novos termos e mudanças nas políticas de privacidade do aplicativo de mensagens.  

O que mais causou repercussão negativa nas alterações, que devem entrar em vigor no dia 8 de fevereiro, é a ideia do compartilhamento de informações com o Facebook.   

Se o usuário ainda quiser usar o aplicativo, aceitar os novos termos é obrigatório. 

Caso isso não aconteça, a empresa afirma que, após a data estipulada, a conta dos usuários será suspensa, e só retornará ao clicar em concordar com as alterações.   

Para escapar do controle do WhatsApp e Facebook, ambas empresas do bilionário Mark Zuckerberg, a RenovaMídia te apresenta 7 alternativas logo abaixo. 

7. Kik 

Permite a criação de uma conta sem a necessidade de informar um número de telefone. 

Foto: Reprodução/Kik

6. Wickr.Me 

Permite o envio de mensagens de textos e a execução de chamadas de voz com foco em privacidade de dados. 

Foto: Reprodução/Wickr

5. Threema 

App de mensagens especializado em privacidade e que não exige números de telefone para que uma conta seja verificada. 

Foto: Reprodução/Threema

4. Librem Chat 

Librem Chat possui criptografia de ponta a ponta em suas conversas. Permite conversas por texto ou chamadas de vídeo e de voz.   

Foto: Reprodução/Librem Chat

3. Wire 

O app Wire oferece contas pessoais, recursos de mensagens criptografadas e segurança. Há também a opção de integrar o aplicativo a sistemas e serviços corporativos. 

Foto: reprodução/Wire

2. Signal 

É considerado um dos mensageiros mais seguros disponíveis. com a ajuda de um sistema próprio, o app é capaz de comprovar a identidade dos participantes da conversa. 

Foto: Reprodução/Signal

1. Telegram 

A principal novidade do app Telegram é a possibilidade de criação de canais para envio de conteúdo e outros recursos exclusivos.  

Foto: Reprodução/Telegram

Leia também