Butantan apresenta amanhã eficácia geral da CoronaVac em testes no Brasil

por Naief Queiroz

Durante entrevista à GloboNews na manhã desta segunda-feira (11), o secretário da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, disse que os dados da eficácia global dos testes da CoronaVac realizados no Brasil serão apresentados em coletiva de imprensa no Instituto Butantan nesta terça-feira (12).

Segundo um site de notícias do Globo, no sábado (9), a A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirmou que o Instituto Butantan entregou documentação incompleta dos testes feitos no país e cobrou o envio das informações. Na ocasião, o Butantan disse que a solicitação faz parte do processo e que será prontamente atendida.

Entretanto, nesta segunda, o secretário da saúde alegou que o Instituto enviou um dossiê com mais de 10 mil páginas e que o governo de São Paulo recebeu com estranheza as declarações da Agência.

O secretário também voltou a defender que São Paulo poderá sair na frente na campanha de vacinação contra a Covid-19, assim como foi feito na vacinação contra a gripe.

Ele manteve a data do dia 25 de janeiro, mas destacou que o estado poderá começar tão logo as vacinas sejam aprovadas e a distribuição dos imunizantes seja feita.

O secretário defendeu que a distribuição dos imunizantes deva ocorrer de forma igualitária, respeitando a necessidade de cada estado, não apenas o Amazonas, que voltou a enfrentar grave crise por conta do número de casos e mortes.

“Nós entendemos que existe uma questão equânime. Não é só o Amazonas, todos os estados brasileiros estão tendo uma crescente elevação dos índices da saúde, mortes, internações, número de casos. Todos nós precisamos de vacinas. Dessa maneira, entendemos que existe uma questão chamada proporcionalidade. A proporcionalidade para cada estado vai garantir a reserva e número de doses para cada uma dessas localidades, garantido que inicie a vacinação”, disse ele em entrevista à GloboNews.

Leia também