Hospitais de Manaus denunciam falta de vacinas aos profissionais

por Naief Queiroz

A imunização contra a Covid-19 no estado segue causando polêmica. O Hospital e Maternidade Ana Braga comunicou aos funcionários da unidade que apenas 65 unidades foram entregues, em comparação com as 214 prometidas anteriormente.

Através de nota, a diretora da unidade, Rosiene Bentes Lobo, afirmou que a unidade hospitalar hoje conta com cerca de 1500 servidores e que, no primeiro momento, apenas 214 seriam contemplados.

Ainda na nota, a unidade hospitalar afirmou ter recebido apenas as 65 doses, sem terem recebido uma justificava acerca da redução de doses que ocorreu em comparação ao informado oficialmente. A direção ainda busca esclarecimentos acerca das 149 doses que não chegaram a unidade, até então.

O presidente pediu ainda pela mobilização da categoria, para o problema ser resolvido. “Se manifestem nas redes, exijam a vacina. É inadmissível a linha de frente não estar imunizada, principalmente os de mais idade, com comorbidades, para que possam enfrentar a Covid-19 com os mais novos”, encerrou o presidente.

Fonte: D24am.

Leia também