Lista com imunizados na 1ª etapa etapa de vacinação contra Covid é falsa, diz TCE-AM

por Naief Queiroz

Uma suposta lista de pessoas que haviam sido vacinadas na cidade de Manaus foi divulgada nas redes sociais na tarde desta sexta-feira (22). O caso ganhou grande repercussão por conta de alguns secretários, empresários e pessoas que não estariam como prioridade para receber a vacina, estarem na lista. Porém o Tribunal de Contas do Estado (TCE) negou que a lista fosse verdadeira e informou que quando estiver em posse da correta, vai divulgar.

A vacinação começou oficialmente na cidade de Manaus na segunda-feira (18), quando a enfermeira indígena Vanda Ortega foi vacinada no Centro de Convenções Vasco Vasquez, na zona centro-sul de Manaus. No dia seguinte, a vacinação continuaria para o grupo que tinha prioridade. Mas algumas notícias da má distribuição de vacinas e de pessoas que não estavam no grupo prioritário e foram vacinadas, fizeram com que o Tribunal de Contas do Estado pedisse, na quarta-feira (20), do Governo do Estado, uma lista com todos os nomes e funções da pessoas que foram vacinadas. A entrega teria que ser feita em 24 horas.

Na tarde do dia seguinte foi divulgado nas redes sociais uma lista como o nome: “vaza-primeira-lista-parcial-com-nomes-de-vacinados-enviada-ao-tribunal-de-contas-do-amazonas”. O caso causou grande repercussão pois na lista haviam secretários, assessores, empresários e outra pessoas que não estavam no grupo prioritário que receberia a vacina.

Porém na manhã deste sábado (23), o TCE-AM enviou uma nota dizendo que não reconhece a lista que está circulando em grupos de aplicativos de mensagens e redes sociais, desde a tarde desta sexta-feira (22), como sendo a enviada pela Secretaria Municipal de Saude à Corte de Contas dos imunizados na primeira etapa de vacinação contra a Covid-19.

Também foi informado que a lista foi enviada por e-mail, às 19h40 de quinta-feira, pelo município, e não foi disponibilizada oficialmente pelo TCE por estar incompleta e sem vários dados solicitados por este Tribunal, para cruzamento.

O tribunal informou que a lista, na íntegra, será amplamente divulgada pela Presidência do TCE-AM assim que for oficialmente recebida da Prefeitura de Manaus e, de forma transparente, será disponibilizada no portal do TCE.

Confira a nota do TCE na íntegra:
O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) informa à sociedade amazonense que não reconhece a lista que está circulando em grupos de aplicativos de mensagem e redes sociais, desde a tarde desta sexta-feira (22), como sendo a enviada pela Secretaria Municipal de Saude à Corte de Contas dos imunizados na primeira etapa de vacinação contra a Covid-19.

A lista enviada por e-mail, às 19h40 de quinta-feira, pelo município, não foi disponibilizada oficialmente pelo TCE por estar incompleta e sem vários dados solicitados por este Tribunal, para cruzamento.

Vale ressaltar que a suposta lista divulgada em portais de notícias, por ser um arquivo digital, pode ser alterada por conhecedores de tecnologias.

Este Tribunal informa, ainda, que a lista, na íntegra, será amplamente divulgada pela Presidência do TCE-AM assim que for oficialmente recebida da Prefeitura de Manaus e, de forma transparente, será disponibilizada no portal deste Tribunal.

Na oportunidade, este TCE-AM reafirma o compromisso com a sociedade e garante que todas as denúncias de irregularidades em relação à vacinação serão apuradas e, caso constatadas, os responsáveis serão penalizados com o rigor legal.

Fonte: D24am.

Leia também