Médico perdoa R$ 3,4 milhões de dívidas de pacientes com câncer

por Naief Queiroz

200 pessoas que lutam contra o câncer nos Estados Unidos foram surpreendidas em 2020 por um cartão de Natal com um presente emocionante. Seu médico oncologista, Omar Atiq, decidiu perdoar uma dívida de quase 650 mil dólares (o equivalente a R$ 3,4 milhões) após perceber que seus pacientes estavam com dificuldades para pagar o valor de seus tratamentos.

– A Arkansas Cancer Clinic tem o orgulho de atendê-lo como paciente. Embora vários seguros de saúde paguem a maioria das contas da maioria dos pacientes, até mesmo as franquias e coparticipações podem ser onerosas. Infelizmente, é assim que nosso sistema de saúde funciona atualmente. A clínica decidiu perdoar todos os saldos devidos por seus pacientes. Boas festas! – dizia o cartão inesperado.

Omar Atiq trabalhava em seu próprio centro de tratamento oncológico, no estado do Arkansas, há 30 anos. Ao decidir fechar a clínica, ele contratou uma empresa de cobrança para coletar os pagamentos pendentes, mas se comoveu ao perceber que as finanças de muitas famílias tinham sido duramente afetadas pela pandemia da Covid-19. Foi aí que decidiu fazer a boa ação.

– Achamos que não havia melhor momento para fazer isso do que durante uma pandemia que dizimou vidas e os negócios das pessoas – relatou Atiq a um jornal local. – Minha esposa e eu pensamos sobre isso e resolvemos perdoar todas as dívidas. Vimos que tínhamos condições de fazer isso e fizemos – explicou também à rede de televisão ABC.

De origem paquistanesa, o oncologista realizava tratamentos de quimioterapia, radioterapia e tomografia computadorizada em sua clínica desde 1991. Atualmente, ele leciona como professor na Universidade de Arkansas para Ciências Médicas, na cidade de Little Rock.

Leia também