Na “mira” do Planalto, Doria pretende organizar evento para vacinar Lula e FHC

por Naief Queiroz

A “batalha das vacinas” entre o  governo Bolsonaro e João Doria deve ganhar novos capítulos nos próximos dias. Após posar ao lado da primeira pessoa vacinada no país horas depois da confirmação da Anvisa para o uso emergencil da CoronaVac, o governador de São Paulo pretende realizar um evento para vacinar os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique Cardoso.

Segundo informações do blog da jornalista Andréia Sadi, a organização seria o próximo passo de Doria no embate pessoal com o presidente, de quem é adversário político e deverá ser concorrente nas eleições presidenciais de 2022. Inclusive, o governador tem dito a aliados que o episódio do último domingo foi a “pior derrota de Bolsonaro desde que foi eleito”.

Ainda de acordo com a publicação, o “outro lado” da história também já se prepara para a continuidade da guerra. Para evitar a capitalização da vacina, a ideia do Planalto é desgastar a imagem de Doria junto a outros governadores do país e, principalmente, com a opinião pública, intensificando os ataques à sua gestão nas redes sociais.

Leia também