Pai negacionista mata filho de 9 anos após discussão com ex-mulher sobre vacina contra a covid

por Naief Queiroz

De acordo com informações do San Francisco Chronicle, Stephen O’Loughlin, 49 anos, matou o filho, Pierce O’Loughlin, 9 anos, e depois cometeu suicídio. O caso aconteceu na quarta-feira (13).

O crime brutal aconteceu em meio a uma batalha judicial pela custódia com a ex-esposa e a mãe do menino, Lesley Hu – que buscou a guarda exclusiva da criança, afirmando, entre outras coisas, que o pai era antivacina.

A advogada da mãe da criança, Lorie Nachils, diz que Stephen “estava mentalmente perturbado” e que ele acreditava que a vacina contra a Covid-19 tinha um dispositivo colocado pelo governo para controlar a mente dos imunizados.

Segundo informações da Polícia de São Francisco, os corpos foram encontrados no apartamento do pai da criança um dia depois dele concordar em vacinar o filho, após uma longa discussão entre o casal.

De acordo com informações da perícia, o pai deu um tiro no filho e depois se matou.

Leia também