Professora é presa após jogar desinfetantes em alunos que não usavam máscara

por Naief Queiroz

Um caso inusitado de uma professora que perdeu a paciência com alunos que não usavam os equipamentos de segurança para evitar a disseminação da Covid-19 da forma correta ocorreu na última semana em uma escola na cidade de Largo, no estado da Flórida ( EUA ).

Segundo informações da emissora WFLA-TV, a mulher, identificada como Christina Reszetar, de 51 anos, era funcionária da Largo High School e foi presa após ser acusada de jogar desinfetante  em estudantes que usavam a máscara de proteção da forma errada.Continua após a publicidade

Em depoimento, Reszetar afirmou que tomou a atitude após quatro de seus alunos se recusarem a utilizar a máscara dentro da sala de aula. Já os estudantes atingidos revelaram que foram alvejados na região do rosto e do peito pelo spray .

Encaminhada à delegacia do Condado de Pinellas, ela passou a noite na prisão após ser acusada de abuso de menores e se apresentou ao juiz do distrito na última quinta-feira. Em sua defesa, afirmou que o vídeo da câmera de segurança da sala comprovaria seu depoimento.Continua após a publicidade

Ao final do julgamento,  Reszetar acabou sendo liberada sem a necessidade de pagamento de fiança por conta de seu histórico. “Acredito que seja justo caracterizar o caso como uma tentativa mal-sucedidade de disciplinar os alunos”. afirmou o magistrado em sua decisão.

Ainda de acordo com a publicação, o episódio não causou a demissão da professora , mas seu futuro na instituição ainda é incerto, uma vez que ela não deve retomar o trabalho com os mesmos alunos.

Leia também