Reino Unido: fábrica ligada à AstraZeneca é esvaziada por suspeita de bomba

por Naief Queiroz

Uma fábrica envolvida na produção da vacina Covishield, desenvolvida pela farmacêutica britânica AstraZeneca , no País de Gales foi parcialmente esvaziada nesta quarta-feira por conta de uma suspeita de bomba. Uma unidade especializada em explosivos da polícia local foi encaminhada à planta, localizada na cidade de Wrexham.

A unidade é operada pela companhia Wockhardt UK e faz parte da cadeia de produção do imunizante da AstraZeneca , desenvolvido em parceria com a Universidade de Oxford (Reino Unido), sendo responsável pelo envase e embalagem da vacina. A fórmula teve o uso emergencial aprovado em diferentes países, incluindo o Brasil. As doses da AstraZeneca aplicadas nos brasileiros até o momento são importadas do Instituto Serum, na Índia. Continua após a publicidade

“A fábrica da Wockhardt UK em Wrexham recebeu nesta manhã um pacote suspeito em suas instalações. Todas as autoridades cabíveis ofram imediatamente notificadas e se colocaram à disposição”, anunciou a companhia através de um comunicado. “Seguindo diretrizes técnicas, evacuamos parcialmente a planta até que uma investigaçao completa seja concluída. A segurança dos nossos funcionários e a continuidade dos serviços são de imensa importância”. 

Um robô neutralizante foi visto no local. Em nota, a polícia local confirmou o envio de um esquadrão antibombas para a fábrica e orientou a população a evitar a área. “Estamos lidando neste momento com o incidente em curso no Complexo Industrial de Wrexham”, disse o comunicado.

Leia também