Vacinas sumiram: Governo do AM deixa de enviar quantidade que prometeu ao interior

por Naief Queiroz

Documentos obtidos com exclusividade mostram que o número de doses de CoronaVac, contra a Covid-19, não estão chegando ao interior, conforme o plano de vacinação do Governo do Amazonas. Segundo informações, as doses enviadas terão que ser divididas entre os grupos prioritários nesta primeira fase, sendo que a ‘sobra’ não daria nem para vacinar os profissionais da saúde. O Ministério da Saúde enviou 282 mil doses da vacina, 26 mil a mais que o previsto. Além disso, o governador de São Paulo, João Dória, doou 50 mil doses da vacina. Ao todo, o Amazonas recebeu 332 mil doses. O que está acontecendo com essa distribuição?

Vacinas desaparecidas

Esta coluna recebeu com exclusividade documentos de protocolos de recebimento de três municípios do interior do Amazonas. Seguindo o plano do Governo do Estado, de acordo com a planilha do número de doses da Coronavac, o município de Coari deveria receber 3.484 doses da vacina contra a Covid-19, mas segundo o protocolo de recebimento, foram apenas 905 doses. No município de Nhamundá, estavam destinadas 1.489 doses de Coronavac, mas receberam apenas 625 doses. O município de Manaquiri, deveria receber 1.516 doses de vacina, porém foram entregues apenas 869 doses. Em Parintins, eram 4.900 doses esperadas mas foram recebidas apenas 1.069 vacinas recebidas.

Descaso

Segundo relato de uma fonte que pediu para não ser identificada, as poucas doses de Coronavac enviadas ao município deverão ser destinadas primeiramente ao povo indígena. “Do quantitativo que recebemos de vacinas, a maior parte obrigatoriamente terá que ser enviada às comunidades indígenas. Com o que vai sobrar, não vamos conseguir sequer vacinar os profissionais de saúde do município”, relatou.

Grupos prioritários

Em meio a correria para vacinar a população amazonense, os governos estipularam grupos prioritários para receber de imediato as doses de Coronavac, como os profissionais da saúde que atuam na linha de frente, idosos e povos indígenas. Faz poucas horas que as vacinas contra a Covid-19 chegaram em Manaus e já é possível identificar a suspeita de desfalques nas doses distribuídas aos municípios do interior. O Ministério da Saúde enviou 282 mil doses da vacina, 26 mil a mais que o previsto. Mas, até quando o Amazonas vai sofrer com a ingerência?

Dose de esperança

A chegada das vacinas foi comemorada pela população amazonense que sofre com a segunda onda da pandemia. A vacinação é um sopro de esperança que cada família está precisando neste momento tão complicado na saúde pública. Nesta terça-feira (19), a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas registrou 1.537 novos casos, totalizando 233 mil e 971 casos de Covid-19. Também foram confirmados 142 óbitos, ao todo são 6.450 famílias afetadas com a perda de um ente querido.

Fonte: D24am.

Leia também