O povo passando fome e Governo vai gastar R$ 7 milhões para fazer blitz

por Naief Queiroz

O Governo do Estado do Amazonas continua cometendo gafes em contratos que na maioria das vezes são milionários. Desta vez, apenas para o aluguel dos veículos utilizados durante as blitz do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), o Estado pagou mais de R$ 19,7 milhões nos dois primeiros anos de gestão do governador Wilson Lima. Em 2021, nos primeiros dias de janeiro, a empresa que fornece os veículos para o Governo já tem empenhado mais de R$ 7,4 milhões. Em plena pandemia de Covid-19, as blitz estão nos quatro cantos da cidade por conta do decreto e muitas pessoas que não tem condições de pagar o IPVA, estão sendo penalizadas.

Detran
O contrato do Governo do Amazonas, assinado pelo presidente do Detan-AM, Rodrigo de Sá Barbosa, prevê a contratação de empresa para locação de veículos e equipamentos rodoviários para a realização de serviços de remoções, rebocamentos e guinchamentos de veículos leves e médios com fornecimento de motorista e ajudante para atender as necessidade do setor operacional do órgão. O valor total estimado pelo aluguel dos veículos é de R$ 11,2 milhões que serão pagos em 12 parcelas de R$ 936,5 mil.

Carro para blitz
De acordo com a tabela de preços apresentado pela empresa Seta Transportes, a contratada pelo Governo do Amazonas, o aluguel de um caminhão plataforma para remoção de veículos leves e médios está custando R$ 63,5 mil por mês. Em uma pesquisa rápida na internet, é possível encontrar caminhão guincho plataforma com o aluguel de R$ 600 a diária, multiplicando por 30 dias, são R$ 18 mil por mês. Porque toda esse diferença de valor no veículo alugado pelo Detran-AM? Na descrição do contrato, são seis veículos no valor de R$ 63,5 mil que custam ao todo R$ 381 mil por mês e R$ 4,5 milhões por ano.

Cotação
Os valores pagos para o aluguel mensal dos veículos chama atenção, no rebocador é pago R$ 165 mil, veículo tipo cavalo custa R$ 53,5 mil, pick-up modelo Amarok no valor de R$ 18,1 mil, veículo sedan modelo Voyage por R$ 3,8 mil, veículo sedan executivo modelo Virtus é R$ 13 mil, motocicleta Honda modelo XRE 300 custa R$ 1,9 mil e microônibus de 20 a 25 lugares por R$ 30 mil. Lembrando que todos esses valores são pagos mensalmente.

Prorrogação
Em plena pandemia de Covid-19, em 2 de setembro de 2020, o Detran-AM firmou o Segundo Termo Aditivo ao contrato para o aluguel dos veículos para a prorrogação do contrato original por mais 12 meses, a contar da data de assinatura até o dia 2 de setembro de 2021. O valor mensal do contrato é de R$ 934,2 mil, totalizando em um ano mais de R$ 11,2 milhões. Além das despesas decorrentes do presente aditamento com Nota de Empenho no valor de R$ 3,73 milhões.

Pandemia
No Portal da Transparência do Amazonas é possível encontrar a nota de empenho do dia 4 de janeiro deste ano, onde a empresa contratada Seta Transportes já tem empenhado R$ 7,47 milhões, conforme a descrição para contratação de serviços de locação de veículos e equipamentos rodoviários. Os valores são referente aos serviços de janeiro a agosto deste ano.

Fonte: D24am.

Leia também