Vídeo mostra mulher enfiando e tirando agulha sem aplicar vacina em idosa de 88 anos

por Naief Queiroz

O caso aconteceu em Goiânia, nesta quarta. Após a picada, ao perceber que a seringa ainda estava cheia, a filha de Floramy Jordão reclamou. Segundo ela, a profissional disse que tinha aplicado a vacina, mas depois se desculpou e disse ter esquecido de injetar. Então voltou a colocar a agulha e terminou o processo. A Secretaria de Saúde afastou a funcionária e abriu investigação.

O neto da idosa, Bruno Jordão, de 32 anos, conta que sugeriu que a mãe gravasse o momento da vacinação justamente para garantir que a dose fosse aplicada. Ainda segundo ele, a enfermeira chegou a questionar a filha da idosa se ela iria filmar ou apenas tirar uma foto. “Aí minha mãe disse que ia apenas fotografar, mas, na verdade, ela filmou”, conta.

O servidor público acredita que esse tipo de situação pode estar acontecendo com várias pessoas.

“Com certeza está acontecendo isso. Imagina quantas pessoas não estão sendo vacinadas. A gente estava receoso disso acontecer. Por isso, minha mãe filmou. Resolvemos divulgar para a imprensa. As pessoas precisam ser alertadas sobre isso”, afirma Bruno.

Vacinação

A vacinação de idosos acima de 85 anos em Goiânia começou nesta quarta-feira em nove locais e por ordem alfabética. A Prefeitura de Goiânia preparou sete escolas municipais e dois pontos de vacinação rápida, chamados de drive-thru, para aplicar a Coronavac em idosos com idade superior a 85 anos.

Segundo a SMS, até o fim da manhã desta quarta-feira, mais de 2,6 mil idosos foram vacinados nos sete postos fixos e nos dois drives montados para atender a população da capital.

Foram separadas 16 mil doses para este grupo prioritário. Para se vacinar em Goiânia, não é necessário fazer o pré-cadastro no site do governo.

Luciana Jordão denuncia que a mãe só foi vacinada após questionar enfermeira sobre aplicação, em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Luciana Jordão denuncia que a mãe só foi vacinada após questionar enfermeira sobre aplicação, em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Leia também