Witzel vira réu por corrupção e é afastado do governo do RJ por mais 1 ano

por Naief Queiroz

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça aprovou nesta quinta-feira (11), por unanimidade, a denúncia contra governador afastado do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC). 

De acordo com o grupo Globo, Witzel agora é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A corte também decidiu pelo afastamento do cargo por mais um ano. Witzel já estava afastado do governo do Rio de Janeiro desde o fim de agosto de 2020, por 180 dias. O prazo acabaria no fim de fevereiro.

A prorrogação de afastamento também vale para outras medidas como a proibição de frequentar a sede do Poder Executivo, manter contato com servidores e morar no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governo.

Leia também