Governo aluga contêineres para armazenar vacinas contra Covid por R$ 854 mil, mas ainda não comprou os imunizantes

por Naief Queiroz

Por: Alex Braga

Há alguns dias estamos denunciando sobre a falta de vacinas contra a Covid-19 no Amazonas. Esta coluna já denunciou diversas irregularidades, como os fura-filas e o descaso na compra dos imunizantes que são de suma importância para controlar o contágio pelo vírus no estado. Nós aprofundamos um pouco mais as investigações e descobrimos que o Governo do Estado empenhou recentemente um contrato para locação de contêineres refrigerados por R$ 854 mil reais para armazenar as vacinas que sequer ainda foram compradas pelo governador Wilson Lima. Nos últimos dias, Lima têm sido alvo de grandes denúncias e decisões judiciais já que ele possui milhões de reais disponíveis, mas não consegue comprar vacinas contra a Covid-19. Essa falta de gestão fez com que atrasasse o calendário do Plano Municipal de Vacinação em Manaus que foi suspenso pela falta do imunizante.

Armazenamento
Segundo informações disponíveis no Portal da Transparência do Amazonas, no dia 4 de fevereiro, o Governo do Amazonas por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Estado do Amazonas, empenhou o valor de R$ 854 mil com a empresa MDC Indústria de Contêineres Inteligentes Ltda para aluguel de contêineres adaptados em estocar as vacinas de enfrentamento à pandemia mundial de Covid-19 em caráter emergencial por seis meses.

Pagamento
Segundo a Nota de Empenho, referente ao Termo de Contrato nº 006/2021, o aluguel inicia no mês de fevereiro vai até o mês de agosto deste ano com o valor mensal superior a R$ 142 mil. O Projeto Básico do Aluguel de Contêineres foi assinado no início do mês de fevereiro e o contrato foi realizado por meio de dispensa de licitação.

Negligência
A necessidade de alugar um contêiner refrigerado é evidente para armazenar as unidades das vacinas contra Covid-19 que necessitam estar em uma determinada temperatura para manter o seu efeito. Mas, o importante mesmo é realmente ter a chegada dessas imunizastes para a população amazonense que sofre há quase um ano com a pandemia de Covid-19 quando o primeiro caso foi registrado em 13 de março de 2020. De lá para cá, o Amazonas sofreu com duas ondas da doença que matou mais de 11 mil pessoas. Enquanto não tivermos essas vacinas, será mas um contrato em que iremos pagar com dinheiro dos nossos bolsos.

Gestão
Apontado como uma característica do atual governo, a falta de gestão é um marco de Wilson Lima que parece não saber administrar o seu governo que até agora, segundo esta coluna pesquisou no Diário Oficial do Estado (DOE) ainda não há registro de compra de vacinas contra Covid-19 pelo Governo do Amazonas.

Atitude
Nem com decisão judicial, o governador Wilson Lima se empenha em comprar e utilizar os R$ 150 milhões do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento (FTI) em vacinas contra a Covid-19. Os especialistas já alertaram, a terceira onda pode chegar no nosso Estado no mês de junho e a vacinação em massa da população é a única possibilidade de controlar novas infecções e o novo pico da pandemia de Covid-19.
Até quando esperar?

Fonte: D24am.

Leia também