Connect with us

Destaques

Auxílio Emergencial é prorrogado e tem as parcelas antecipadas

Após alguns dias da confirmação da prorrogação do auxílio emergencial, a mesma deve ser oficialmente divulgada, bem como o número de parcelas nesta semana. A informação foi dada por João Roma, atual ministro da Cidadania, na manhã de segunda (21).

Auxílio Emergencial é prorrogado e tem as parcelas antecipadas (Foto: Agência Brasil)

“O presidente Bolsonaro deve anunciar ainda nesta semana a extensão do Auxílio Emergencial com novas parcelas. Os valores continuam os mesmos e quantidade de parcelas deve ser superior a duas. Vamos aguardar o pronunciamento do presidente Bolsonaro”, declarou o ministro.

O anúncio da prorrogação deve seguir o objetivo de garantir os direitos básicos dos cidadãos até que toda população adulta esteja completamente vacinada contra a Covid-19.

Prorrogação por dois ou três meses?
Segundo declaração do ministro João Roma, o auxílio emergencial contará com pelo menos duas parcelas, que é o que deve ser liberada inicialmente, tendo em vista que a prorrogação está relacionada a vacinação da população.]

Conforme dados do Ministério da Saúde, a expectativa é que toda população adulta esteja vacinada até setembro, podendo chegar no máximo até o mês de outubro. Logo, o governo deve liberar inicialmente mais duas parcelas que seria a expectativa do ciclo de vacinação até o mês de setembro.

No entanto, caso no mês de setembro a população não esteja completamente vacinada, sendo necessário que o calendário de vacinas avance até outubro, o governo deve liberar mais uma parcela do benefício.

Antecipação das parcelas
Com o avanço nos pagamentos do auxílio emergencial, o Governo junto a Caixa Econômica Federal resolveram antecipar o calendário da terceira parcela do benefício, assim como ocorreu com as duas parcelas anteriores.

Além disso, segundo Pedro Guimarães, presidente da Caixa, a antecipação da quarta parcela também deve ser realizada, contudo, a liberação do novo calendário e sua confirmação deve ocorrer apenas nas próximas semanas. Para os inscritos do Bolsa Família o calendário não será antecipado, tendo em vista que estes beneficiários recebem no cronograma tradicional do programa social.

Valor das parcelas
Para a equipe do governo, a prorrogação do auxílio emergencial deve ficar em R$ 150, R$ 250 e R$ 375. Seguindo o mesmo padrão que já vem sendo disponibilizado, ou seja, dependendo da composição familiar.

No entanto, alguns parlamentares pedem o reajuste do benefício para R$ 600, como era no início dos pagamentos em 2020. Como é o caso do deputado federal, Eduardo da Fonte (PP-PE), que defende a extensão com os valores do ano passado.

“Estamos ampliando a vacinação, o que vai nos permitir vencer essa pandemia, mas até a imunização de toda a população, nós precisamos garantir condições para que as famílias enfrentem essa crise sanitária e econômica com dignidade. O auxílio beneficia diretamente as famílias que mais precisam e provou ser uma medida positiva e que ajudou a colocar comida no prato dos brasileiros”, disse Eduardo da Fonte.

Fonte: D24am.

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012