Connect with us

Brasil

Falso caminhoneiro que furou fila da vacina terá que pagar R$ 50 mil de indenização

Um homem de 39 anos foi denunciado à Justiça pelo Ministério Público, por ter se passado por outra pessoa para tomar a vacina contra Covid-19. O caso aconteceu na cidade de Mamborê, interior do Paraná.

Falso caminhoneiro que furou fila da vacina terá que pagar R$ 50 mil de indenização. (Foto: Divulgação)

Funcionário de uma papelaria, o fura-fila se passou por caminhoneiro para ser imunizado contra a Covid-19. No momento da vacinação foi apresentado um documento de registro de uma carreta-reboque. Sendo que, para poder fazer a vacina é preciso ter o certificado de propriedade do veículo, a carta frete ou a carteira assinada como motorista de caminhão.

O Ministério Público pede a condenação do homem pelo crime de estelionato da Administração Pública, com pena de um a cinco anos de prisão, e ainda pede indenização de R$ 50 mil por danos coletivos.

 

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012