Connect with us

Amazonas

Augusto Ferraz vai gastar mais de R$ 6 milhões com empresa investigada pela ‘Operação Vorax’

Foi publicada nesta quinta-feira (16), na edição do Diário Oficial dos Municípios do Amazonas (DOM-AM) o despacho assinado em 15 de setembro pelo prefeito do município, Augusto Ferraz, da assinatura do Extrato do Contrato milionário de número 079/2021 entre a Prefeitura Municipal de Iranduba através da Secretaria Municipal de Infraestrutura e a Empresa Iza Construções e Comercio Eireli sob o objeto “Contratação de empresa especializada em engenharia para construção de infraestrutura viária do Distrito de Ariaú” no valor de R$ 6.144.282,94 (seis milhões, cento e quarenta e quatro mil, duzentos e oitenta e dois reais e noventa e quatro centavos).

Investigação

A empresa vencedora da concorrência pública (Iza Construções) está inscrita no CNPJ sob o nº 84.479.351/0001-17 e ficará responsável pela obra pelo prazo estimado de seis meses. E, em 2015, teve seu administrador Fábio Souza de Carvalho, envolvido em casos de corrupção no município de Coari, durante a gestão do ex-prefeito cassado, Adail Pinheiro. Fábio foi alvo da ‘Operação Vorax’ e revelou para a Justiça Federal que teria pago propina ao ex-prefeito, após Adail dizer que o empresário só receberia R$ 988 mil, referentes a obras executadas pela empresa se repassasse 50% do valor.

Na época, a Justiça Federal julgou 20 réus acusados pelos crimes de fraudes em licitação no município de Coari, associação criminosa, falsificação de documento público, falsificação de documento particular, falsidade ideológica, uso de documento falso, lavagem de dinheiro, crime de responsabilidade e dispensa ilegal de licitação. A decisão foi tomada após a realização da operação Vorax, deflagrada pelo Ministério Público Federal no Amazonas (MPF-AM), em 2008.

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012