Connect with us

Amazonas

Base de ‘piratas dos rios’ é desativada e R$ 250 mil em equipamentos são apreendidos no AM

A Polícia Militar do Amazonas desativou um flutuante que servia como base de uma quadrilha de “piratas dos rios” e apreendeu mais de R$ 250 mil em equipamentos do bando criminoso. Em cinco dias de missão em rios e lagos entre os municípios de Coari e Maraã, as equipes policiais apreenderam embarcações, motores e mais de 200 munições.

Foto: Divulgação SSP AM

A ação integrada reuniu efetivos da Base Arpão, do 5º Batalhão de Polícia Militar, da Companhia de Operações Especiais (COE) e do Batalhão Ambiental. A missão teve início na sexta-feira (10) e foi concluída nesta terça-feira (14), seguindo determinação do secretário de Segurança, general Carlos Alberto Mansur, de intensificar o combate ao crime no interior, fechando o cerco às organizações ligadas ao tráfico de drogas.

De acordo com o relatório da ocorrência, a missão policial averiguava denúncias sobre a localização de uma quadrilha de “piratas dos rios”, que atuava na região da “Ressaca do Carneiro”, no lago do Moura, entre Coari e Maraã. No domingo (12), as equipes policiais faziam buscas no rio e foram recebidas com tiros provenientes de uma região de igapó. Nenhum policial ficou ferido. Houve perseguição aos criminosos, mas eles não foram capturados. A ação se estendeu até a noite. Na ocasião, um flutuante que servia como base fluvial do bando foi encontrado e desativado.

No dia seguinte, os policiais localizaram, nas proximidades, embarcações, motores e munições abandonados. Foram apreendidos uma lancha equipada com motor de 325 HP, um bote de alumínio, dois motores de popa, dez recipientes de combustível, quatro coletes balísticos e 200 munições calibre 12. Todo o material foi recolhido e encaminhado para o 10° Distrito Integrado de Polícia de Coari.

Fonte: D24am.

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012