Connect with us

Manchete

Conheça o suposto organograma da corrupção na prefeitura de David Almeida

Uma das pastas da Prefeitura de Manaus que é considerada a menina dos olhos é a Secretaria de Infraestrutura que além de receber um recheado orçamento anual, ainda é contemplada com volumosas Emendas, destinadas pelos vereadores. Porém, uma denúncia anônima expõe uma rede de desvio no setor do almoxarifado que rende grandes quantias de dinheiro que são supostamente embolsados por alguns servidores.

Valcerlan Cruz, subsecretário da Seminf

O Portal Alex Braga recebeu uma denúncia anônima que aponta a suspeita de um núcleo formado por servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), liderado pelo subsecretário da Seminf, Valcerlan Cruz, amigo pessoal e compadre do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante). O secretário titular da Seminf é o vice-prefeito de Manaus, Marcos Rotta (DEM).

Em fotos publicadas nas redes sociais é possível ver a aproximação pessoal entre os dois. Segundo a fonte, ele é o homem de confiança do prefeito na secretaria.

Prefeito David Almeida e o subsecretário Vanderlan Cruz

O esquema suspeito apontado, é comandado por Cruz que não trabalha sozinho, conta com o apoio de Carlos Alberto, conhecido como Betão que é o chefe do Almoxarifado e amigo pessoal, frequentador da mesma igreja do prefeito David Almeida.

Prefeito David Almeida com o chefe do almoxarifado Carlos Alberto

Betão conta com o apoio e confiança da servidora Tatiane Moraes, que atua nos desvios, permutas e no faturamento.

Tatiane Moraes e Carlos Alberto (Betão)

Além disso, ela é casada com o servidor Edson Moraes do setor financeiro da Seminf. Ele por sua vez, é responsável por articular e dar maior celeridade aos pagamentos que interessam ao grupo, e também controla as planilhas que possivelmente são adulteradas.

Edson e Tatiane Moraes

A fonte aponta ainda, que a pessoa responsável em negociar as permutas realizadas com materiais junto aos empresários é Rangel Reis que é antigo conhecido do prefeito David Almeida e do secretário Valcerlan, sendo amigo de infância da época do Morro da Liberdade. Rangel é responsável por arrecadar valores superfaturados e permutas junto ao setor de Almoxarifado.

Rangel Reis

Todo o esquema que rendeu milhares de reais é articulado e encabeçado pelo subsecretário da Seminf, Valcerlan Cruz que é conhecido por ostentar condição de vida superior ao que recebe em folha pela Prefeitura de Manaus, com roupas de grifes, acessórios extravagantes e carro de luxo da Mercedes-Benz, contrariando o salário de cerca de R$ 10 mil.

O advogado Valcerlan é ex-diretor de Compras na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), onde David Almeida foi presidente no biênio de 2016 a 2018. Mesmo com o salário que recebia na época, ainda não é compatível com a vida de luxo e gastos.

Outros funcionários que chamam atenção pela vida extravagante e aumento de patrimônio, são o casal Tatiane e Edson Moraes que recebem R$ 3 mil por mês cada.

Remuneração Edson Moraes
Remuneração Tatiane Moraes

Mas, em pouco tempo de serviço possuem uma casa de dois andares com três quartos, dois ambientes, piscina, edícula e ainda, um anexo que está em construção de 18 kitnets, no Monte Sinal, avaliado em R$ 500 mil.

Além disso, o casal possui outra casa de dois andares no valor de R$ 700 mil na rua do Cetur, mais três terrenos em Presidente Figueiredo, um terreno em Iranduba, um terreno na rua do Cetur e uma pickup modelo S10, avaliada em R$ 140 mil.

Prefeito David Almeida e Vice Marcos Rotta

De acordo com a fonte, as empresas que supostamente participam do esquema, estão comandando o fornecimento de material para o almoxarifado, através de permutas e superfaturamento, além disso, muitas vezes após ‘firmar contrato’, as empresas não realizam a entrega dos materiais à Seminf que por sua vez, determina que funcionários assinem o recebimento do material.

Relatos de servidores e chefes de distritos de obras da Seminf, apontam que os mesmos, são obrigados a assinar um ‘falso’ recebimento dos materiais que sequer foram enviados.

Prefeito David Almeida nas obras da Seminf

Empresas do esquema de desvio

A fonte apresentou ainda, uma lista de empresas que participaram do suposto esquema de desvio de recursos. A empresa Astec Construções, do Grupo King, recebeu neste ano da Seminf cerca de R$ 4,5 milhões para o fornecimento de pedra brita. O valor exorbitante é referente apenas ao período de janeiro a setembro deste ano, chamando atenção pela quantidade contratada de pedra para a secretaria.

O famoso dj Alok foi o contratado especialmente para o aniversário de 13 anos do filho do empresário do Grupo King.

Show exclusivo do DJ Alok foi contratado para festa de aniversário

A empresa O G Comércio forneceu em apenas um mês, ferro para o município, faturando R$ 1,5 milhões, informando posteriormente que o material teria sido furtado do pátio da Seminf.

Para fornecimento de material de tubo de concreto, a empresa Mabole Construções já fechou com a Seminf, cerca de R$ 16 milhões Deste montante, R$ 8 milhões são para fornecimento de tubo de concreto.

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012