Connect with us

Amazonas

Adail Filho é cassado e futuro de Coari é ter novas eleições, determina TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou o prefeito afastado de Coari (município distante 363 quilômetros de Manaus), Adail Filho, nesta sexta-feira (7), por 4 votos de 7 ministros. Mesma decisão que o Tribunal Regional do Amazonas (TRE) já havia confirmado em dezembro do ano passado. 

Além de tirar a prefeitura de Adail, a corte determinou que novas eleições devem ser realizadas até novembro em Coari. 

Na semana passada, o relator do recurso do agora ex-prefeito cassado que pedia revisão do julgamento do TRE-AM, ministro Carlos Horbach votou por novas eleições por entender que Adail Filho tentaria o terceiro mandato, porque o pai dele, Adail Pinheiro, anteriormente já tinha sido prefeito do município por mais de dois anos.

Os ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes acompanharam o voto do relator, o voto do ministro Sérgio Silveira Banhos confirmou a cassação de Adail Filho.

O cargo de prefeito de Coari é exercido atualmente pela vereadora Dulce Menezes (MDB), tia do prefeito cassado, Adail Filho.

TRE-AM

Em dezembro passado, os desembargadores entenderam que a eleição de Adail Filho, em 2020, corresponderia a um terceiro mandato seguido de um mesmo núcleo familiar, pois o pai, Adail Filho, havia sido o prefeito anterior daquele município. Como a reeleição só permite uma recondução, os desembargadores cassaram o registro de candidatura do filho do prefeito.

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012