Connect with us

Brasil

Jovem cristão preso por engano é solto: “Deus me usou na prisão”

Foi solto na quarta-feira (13) o jovem Vinícius Matheus Barreto Teixeira, de 21 anos, preso injustamente no dia 4 de outubro. O músico foi acusado de associação ao tráfico, mas a Justiça reconheceu que houve equívoco e que Vinícius não era o criminoso procurado.

– Em nenhum momento Deus me abandonou, mesmo preso injustamente. Quero agradecer a todos que se movimentaram para me ajudar. Estou muito feliz pela liberdade com minha família e amigos. Sei que Deus me usou na prisão. Fizemos culto todas as noites, e vidas se renderam ao Senhor… – relatou o rapaz, segundo informações do jornal O Dia.

Vinícius deixou o Complexo Prisional de Benfica acompanhado de seu pai, Messias Gomes Teixeira, de sua mãe, Paula Barreto Gomes Teixeira, e do líder da igreja em que o jovem é membro, o pastor Wandson Vieira. O rapaz retornou para sua casa, em Macaé, no Rio de Janeiro.

– Ele entrou humilhado, mas saiu honrado. Gostaria de agradecer à imprensa, aos deputados que apoiaram e lutaram junto com a gente, à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), aos amigos e à mobilização de toda a sociedade, para que a justiça fosse feita – declarou o pastor Wandson.

O erro na apuração que levou Vinícius para trás das grades ocorreu devido ao pai do jovem possuir o mesmo nome e sobrenome do traficante que comandava o narcotráfico no Morro do Palácio, em Niterói. Conhecido como o “Feio”, o criminoso está preso, mas seu filho é procurado pela polícia, suspeito de ter assumido o lugar do pai.

– Foram dias de luta e sofrimento que nenhum cidadão do bem merece passar – disse a família de Vinícius, que processará o Estado pelo erro.

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012