Connect with us

Amazonas

Polícia Federal nas ruas levanta suspeita de investigação do programa “Melhor em Casa”

Agentes da Polícia Federal foram flagrados em frente à sede do programa “Melhor em Casa”, nesta quinta-feira (14) em Manaus. No ano passado, a reportagem do Portal do Alex Braga denunciou que apesar do gasto milionário, muitos amazonenses sequer receberam o primeiro atendimento médico.

Registros realizados na manhã desta quinta-feira mostram veículos da Polícia Federal em frente da sede do “Melhor em Casa” do Governo do Amazonas. O fato levanta suspeitas de que tenha uma investigação em curso de um dos programas de saúde assistencial do Estado.

Fotos enviadas para a reportagem nesta quinta-feira
Carro da PF registrado na imagem

No ano passado, após vários relatos de usuários do projeto de saúde, o Portal do Alex Braga denunciou registros de reclamações de amazonenses inscritos no programa mas que não recebiam a assistência devida.

A ideia do projeto é que pacientes que necessitem de atendimentos médicos, como fisioterapeuta, enfermeiro, assistente social, por exemplo, e que não consigam se locomover até uma unidade de saúde, sejam atendidos em casa. O que não estava ocorrendo.

Os profissionais contratados para o “Melhor em Casa” foram através de dispensa de licitação pela Secretaria de Saúde do Amazonas (SES-AM), que firmou contrato com a empresa BRB Serviços em Saúde Ltda, com CNPJ 19.008.322/0001-05 para fornecer esses profissionais da saúde, sendo enfermeiro, fisioterapeuta, técnico de enfermagem, nutricionista, assistente social, fonoaudiólogo, psicólogo, farmacêutico e equipe administrativa.

Levantamento realizado em dezembro, mostra que nos últimos dois anos, foram gastos mais de R$ 5,1 milhões com o contrato para a disponibilização dos profissionais.

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012