Connect with us

Manchete

Sabá Reis maquia cemitérios para o dia dos finados e deixa banheiros imundos para população usar

David Almeida e Sabá Reis vem exaltando a gestão frente à Prefeitura e Secretaria Municipal de Limpeza Urbana por conta da reformulação do paisagismo da cidade de Manaus que chegou também nos cemitérios de Manaus.

Neste feriado de Finados, os problemas ficaram evidenciados, a fachada do cemitério São Francisco, um dos mais antigos da cidade, localizado no bairro onde o prefeito foi criado, o Morro da Liberdade, foi um dos espaço administrados pela Prefeitura de Manaus que recebeu uma pintura nova na fachada, porém a realidade ao adentrar o interior do cemitério é outra. 

à esquerda do prefeito, o chefe da Semulsp, Sabá Reis, quem gere atualmente a Limpeza da cidade de Manaus.

Segundo denúncia enviada ao Portal do Alex Braga por cidadãos que foram ao cemitério visitar os túmulos de familiares neste feriado, “a fachada do cemitério estava linda com pintura e flores, mas os banheiros estavam imundos e precisando de reforma sem condição nenhuma de uso”.

Covas por R$ 10,9 milhões

O Portal do Alex Braga publicou denúncia no último dia 11 de outubro sobre a contratação pelo prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), de empresa para construção de covas verticais no cemitério da cidade por mais de R$ 10,9 milhões para atender as vítimas da Covid-19. Apesar do valor total ter sido pago, as obras não foram concluídas. 

Segundo a reportagem, em março deste ano, o prefeito David Almeida fechou o contrato milionário que deveria ser concluído no primeiro semestre, ainda quando Manaus apresentava altos índices de morte pela doença. 

A obra entre a Prefeitura de Manaus realizada através da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), comandada pelo secretário Sabá Reis, foi firmada com a empresa D OLIVEIRA DE SOUZA – EPP, por dispensa de licitação.

Veja as fotos:

SHARE.

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012