Connect with us

Amazonas

Após denúncias do Fiscaliza Geral, contrato de R$ 7 milhões é anulado e presidente de licitação exonerado

Depois das denúncias do Fiscaliza Geral, o contrato milionário para aquisição de combustíveis foi anulado. Além disso, o prefeito Augusto Ferraz exonerou o presidente da Comissão de Licitação de Iranduba. A licitação era investigada pelo Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), e com o valor gasto, daria para dar 64 voltas ao mundo.

O contrato foi denunciado, na última terça-feira (18), pelo Portal Alex Braga e Fiscaliza Geral, que constatou a suspeita de sobrepreço, em licitação da Prefeitura de Iranduba para aquisição de combustível de mais de R$ 7 milhões. A homologação foi assinada pelo prefeito Augusto Ferraz.

Após a denúncia, o Pregão Eletrônico n° 035/2021 para aquisição de combustível com a empresa V K COMÉRCIO, foi anulado pela Comissão Geral de Licitação (CGL).

Na última sexta-feira (28), o prefeito Augusto Ferraz publicou a Portaria n° 084/2022 no Diário Oficial dos Municípios (DOM-AM), a exoneração do presidente da CGL, Diego das Neves Loureiro do cargo da Secretaria Municipal da Casa Civil.

64 voltas ao mundo

No último dia 17 de dezembro, foi publicado no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Amazonas (DOM-AM), o prefeito Augusto Ferraz, publicou o Pregão Eletrônico n. 035/2021 para aquisição de combustível com a empresa V K COMÉRCIO, inscrita no CNPJ nº 00.368.488/0001-0.

No Diesel S10, a Prefeitura pagaria R$ 8,08 o litro, na aquisição de 34.100 litros mensais, sendo o montante de R$ 3.306.336,00. No óleo Diesel, será pago no litro, R$7,95. Com a aquisição 18.900 litros mensais, será gasto mais de R$1.803.060,00.

Na Gasolina, será pago R$ 8,23 no litro, enquanto em Manaus, o preço praticado no mercado está orçado entre R$ 6,50 a R$ 6,70. Com a aquisição de 21.494 litros, o montante gasto será de R$2.122.747,44. Totalizando o montante de R$ 7 milhões até o final do contrato.

O valor a ser gasto com combustível no município de Iranduba, contratado pelo prefeito Augusto Ferraz, daria para dar 64 voltas ao mundo.

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012