Connect with us

Brasil

“Até quando o cara broxa, ele me culpa”, se queixa Bolsonaro

Em almoço com empresários fluminenses, nesta segunda-feira (4), o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que há uma parcela da população que o culpa recorrentemente por tudo. Na ocasião, ele comentava a alta de preço nos combustíveis.

– Aqueles que falam do preço dos combustíveis. Sim, em parte, vem de endividamentos da Petrobras esse preço mais alto. Se tivesse feito pelo menos duas das três refinarias que o Lula prometeu lá atrás, não estaríamos importando derivados em petróleo. Poderia até estar exportando derivados, ganhando mais dinheiro ainda, não pagando um preço altíssimo nos combustíveis aqui no Brasil. E a esquerda quer botar a culpa em mim. Me desculpa aí… Os caras botam a culpa em mim em tudo. Até quando o cara broxa em casa, ele me culpa – declarou Bolsonaro.

O chefe do Executivo prosseguiu dizendo que não há corrupção em seu governo.

– Estamos há três anos e três meses sem corrupção. Me acusaram de corrupção na questão da Covaxin. Ora p****, se eu não comprei uma vacina e não paguei em dólar, como é que eu sou um corrupto? Temos gente trabalhando em cada ministério com lupa nos contratos. Por isso não tem corrupção. Se um dia aparecer a gente vai pro pau. Agora acusações, dessa natureza? O que querem com isso? Voltar o Brasil a ser o que era antes? – assinalou.

O presidente ainda pediu que os empresários evitem anunciar seus negócios na grande imprensa.

– Eu peço a vocês [empresários], órgãos de imprensa que mentem o tempo todo, não anunciem nesses órgãos de imprensa. Não podemos avançar com mentiras. Falhas? Temos. Nós nos corrigimos quando se faz necessário. Mas, realmente, não é falha – acrescentou.

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012