Connect with us

Brasil

Mulher xinga garçom e é presa por injúria: ‘Cala a boca preto de bosta’

Um casal foi preso em flagrante sob suspeita de crimes distintos, na madrugada desse domingo (3/4), em uma choperia de Uberaba, no Triângulo Mineiro. Ele, de 57 anos, foi detido por ato obsceno, após ser visto urinando no estacionamento do local. Já a mulher, de 45, foi detida por injúria racial depois que, segundo testemunhas, ela disse a seguinte frase para um dos garçons, de 20: “Cala a boca preto de bosta (…) deveriam matar esses pretos de bosta”.

Testemunhas contaram também ao registro policial que o casal estava embriagado. Assim que saíram da choperia, o homem, em estacionamento particular, abaixou a calça e urinou em um pilar; o local, ainda conforme a PM, tem grande fluxo de pessoas.

O homem, então, teve a atenção chamada por funcionários da choperia que disseram que o estacionamento não era lugar para ele urinar.

Em seguida, a esposa dele teria dito os xingamentos carregados de preconceito para o garçom. O suposto crime de injúria racial dela foi presenciado por outros dois garçons.

Segundo informações da PCMG, após o casal ser ouvido pelo delegado de plantão da PC de Uberaba, foi ratificada a prisão em flagrante da mulher pelo crime de injúria racial e do homem pelo crime de ato obsceno.

“O delegado plantonista arbitrou fiança no valor de R$ 2.400, que foi paga. Já o homem assinou termo de compromisso para comparecer em audiência no juizado especial criminal e, em seguida, ambos foram liberados.

A investigação prossegue para a completa elucidação dos fatos”, complementou a nota da PCMG.

Fonte: Correio Braziliense

Advertisement

Leia Também

Copyright © 2021 Observatório Manaus - Desde 2012